sábado, 25 de agosto de 2012

Ouro Preto (Herivelto Martins e David Nasser)

Quando comecei a vasculhar a obra do Herivelto Martins me deparei com esse samba chamado Ouro Preto, feito em parceria com o David Nasser, obviamente em homenagem a minha querida Ouro Preto. Rapidamente coloquei pra tocar. No começo uma introdução meio diferente, arrastada... mas de repente entra um samba pra frente bem corrido com uma melodia linda e uma letra maravilhosa. A mais bonita que já ouvi falando de Ouro Preto.


OURO PRETO 
David Nasser e Herivelto Martins
Intérprete: Trio de Ouro - 1952

Quando o velho sol de Minas deixa na mata uma esteira
E depois vai descansar na serra da Mantiqueira
A gente fica cismando em tudo que já passou
Desde quando o velho sol o chão de minas beijou

Ouro Preto, das tuas ruas sinuosas
Pareço ver andrajosas as almas dos teus escravos
Mas vejo também altivas as figuras redivivas
Dos teus heróis e teus bravos

Ouro Preto, nas casas coloniais
Onde depois nunca mais se ouviu a voz de Dirceu
Marília procura ainda na sua amargura infinda
O amor que não morreu

Ouro Preto, de que valeu tua história
O teu passado de glória, minha esquecida cidade
Se na memória se apaga o que nunca, nunca se paga
O preço da liberdade


No vídeo a rapaziada do Brasil 41 durante a homenagem ao centenário do Herivelto Martins aqui em Ouro Preto:





.

Nenhum comentário: