sexta-feira, 2 de março de 2012

Vai mulher da orgia


Vai mulher da orgia 
(Miguel Guarnieri e Roberto Martins)
Intérprete: Orlando Silva
Data: 1936


Vai, vai, vai
Eu não sou culpado de você me abandonar
O destino de toda mulher da orgia
É penar, é penar

Foi você a flor que quis roubar minha alegria
E no meu coração deixou a nostalgia
Se o fogo da vida desfolhar sua beleza
Você há de sentir a lei da natureza

Em todo caminho perfumado e venturoso
Há sempre um abismo profundo e perigoso
Nesse mar da vida o destino é traiçoeiro
às vezes sem querer o azar chega primeiro



.

Nenhum comentário: