sexta-feira, 16 de março de 2012

Devia ser condenada (Nélson Cavaquinho e Cartola)


Esse samba tem uma história interessante. O samba foi feito em parceria por Nélson Cavaquinho e Cartola. Certa vez, o Cartola encontrou uma camarada que pediu: "Cartola, deixa eu mostrar um samba pra você"... Quando terminou de cantar o samba, o Cartola logo falou: "Opa, essa segunda parte é minha!" e o camarada: "Comprei do Nélson, resolve com ele".

Quando o Cartola foi tirar satisfações com o Nélson, o malandro já lançou essa: "Calma Cartola, fica tranquilo que eu vendi só a minha parte. Tava duro e vendi... Se quiser vender a tua também..." - Esse era o velho Nélson!

Devia ser condenada
(Nélson Cavaquinho e Cartola)


Devia ser condenada ou crucificada,
Pois juraste falso, beijaste a cruz do Senhor
E disseste que me tinha amor

Quando eu ouço as badaladas
Do sino daquela igrejinha,
Julgo-me ainda feliz
E que és toda minha

E quando vejo a torre bem alta,
Daquela linda catedral,
Fujo da tua amizade infernal

Eu vivo tão magoado,
Não sei viver mais ao teu lado,
Só peço à Deus que me dê coragem,
Eu preciso esquecer a tua grande mentira
Que me faz sofrer, me faz sofrer


.

Nenhum comentário: