domingo, 11 de dezembro de 2011

Os quintais da velha guarda

Quando a Velha Guarda da Portela gravou seu primeiro disco e passou a fazer apresentações cada vez mais constantes logo veio a necessidade de ensaios e eles acabaram escolhendo os quintais de Oswaldo Cruz como os locais ideais para essas reuniões. Quatro quintais abrigaram a Velha Guarda ao longo desses 40 anos: os quintais do Manacéa, da Doca, do Argemiro e da Surica. Sobre os dois primeiros, João Batista Vargens escreve em seu livro sobre a Velha Guarda da Portela:

O quintal do Manacéa:

[...] Os primeiros ensaios realizavam-se ali. Eram encontros privados dos quais, além dos componentes do conjunto, participavam poucos amigos íntimos e vizinhos espiando sobre o muro. O samba começava depois de uma partida de sueca e não tinha hora para terminar. Após ter cumprido o que havia sido planejado para o ensaio a turma caía na gandaia e o partido alto tomava conta de tudo e de todos. Casquinha, Chico, Manacéa e Argemiro desafiavam-se no verso e Alberto exibia com elegância os passos do miudinho, suspendendo a bainha da calça branca, que deixava transparecer o sapato branco de bico fino [...]

No documentário "Partido Alto" de Leon Hirszman (assista na íntegra), vemos uma amostra de como era a festa no quintal do mestre Manacéa e de Dona Neném:



O quintal da Doca

Se o ponto de encontro da Velha Guarda no início dos anos 1970 era o quintal do Manacéa, na segunda metade da década passou a ser o quintal da Doca. Lá havia um espaçoso terreno onde nas tardes de domingo se reuniam os integrantes da Velha Guarda da Portela. O samba corria solto sobre o chão de terra, que era umedecido pra não levantar muita poeira. Em torno de algumas mesas os compositores apresentavam suas obras, acompanhados de couros, de cordas e das palmas dos presentes [...] Azul e branco eram, naturalmente, as cores da indumentária da maioria e o naipe de pandeiros, Argemiro e Alberto, sobressaíam em contraponto às cordas das dupla Osmar, no cavaquinho e Jorge, no violão. Muitos fãs apareciam. Queriam ver de perto seus ídolos. Roberto Ribeiro, Beth Carvalho e Jovelina Pérola Negra eram presenças constantes. O pagode tornava-se cada vez mais concorrido. Já não era possível o ensaio da Velha Guarda naquele local [...] Era preciso outro espaço.

Nesse vídeo gravado no quintal da Doca, Alvaiade canta com a Velha Guarda o samba "Vida de Fidalga" de sua autoria em parceria com Chico Santana, autor da segunda parte.



.

Nenhum comentário: