quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Três sambas de Herivelto Martins...


Vaidosa
Herivelto Martins e Artur Morais 
Intérprete: Francisco Alves 


Tens razão, tens razão 
De ser assim vaidosa 
És de fato formosa 
Não há quem possa negar 
Tens prazer 
De maltratar o coração de alguém 
Mas poderás um dia achar também 
Alguém que não te queira mais 

A formosura na mulher 
É um defeito 
Quando ela pensa 
Que a beleza é um direito 
Mulher bonita 
É vitrine de avenida 
Sempre bonita, sempre fingida 


Venderam o morro
Herivelto Martins 
Intérprete: Trio de Ouro - 1945 


Eu soube que venderam 
O morro da mangueira 
Que bobagem, que asneira 
Ficou sem teto 
A gente lá do barracão 
Não respeitaram 
Nem a velha tradição 

Barracão é sinônimo de pobreza 
Barracão é antônimo de tristeza 
Quem tira de um sambista o barracão 
Ou não gosta de samba 
Ou não tem coração


Fala Claudionor
Grande Otelo e Herivelto Martins 
Intérprete: Trio de Ouro 


Porque será que em toda historia 
Existe sempre uma mulher 
Porque será, não és capaz de responder 

Fala Claudionor e chora no meu ombro a tua dor 
Fala Claudionor e chora no meu ombro a tua dor 

Claudionor era um rapaz inteligente 
Vivia a vida como vive tanta gente 
Uma mulher na sua vida atravessou 
Fingindo amiga, fingindo amor 

Fez do rapaz um outro Claudionor 
Fez do rapaz um outro Claudionor 

.

Nenhum comentário: