terça-feira, 29 de novembro de 2011

Toniquinho Batuqueiro

Na última quarta feira, dia 23/11 perdemos um grande sambista. Antônio Messias de Campos, mais conhecido como Toniquinho Batuqueiro partiu aos 82 anos e deixou um grande legado, de extrema importância para a identidade do verdadeiro samba paulista. 

Nascido em Piracicaba, mudou-se para São Paulo e trabalhando como engraxate foi descoberto pelo compositor B. Lobo, que logo reconheceu o talento do jovem sambista. Nos anos 70 participou, ao lado de Geraldo Filme e Zeca da Casa Verde, do espetáculo "Nas quebradas do mundaréu" dirigido por Plínio Marcos e que acabou virando LP em 1974. Esse é um dos mais importantes registros ligados ao samba rural paulista. Só em 2009 lançou seu primeiro disco solo, o belissimo "Memórias do Samba Paulista".

Vá em paz mestre!



.

Um comentário:

Anderson Santos disse...

Esse é mais um mestre