domingo, 30 de outubro de 2011

Perdão, meu bem (Cartola)


Francisco Alves e Mário Reis interpretam em dupla o samba "Perdão, meu bem" do Cartola. Muitos devem conhecer esse samba através da gravação feita pelo Terreiro Grande no primeiro disco deles e que você pode ouvir na sequência.

Intérprete: Francisco Alves e Mário Reis
Data: 1932


Mário Reis:
Perdão, meu bem, atacou meu coração
Falei demais, sou bom rapaz
No modo de proceder
Perdão porque
Se acabar nossa amizade
Perdão, meu bem
Sinto dores de saudade

Às vezes, cheio de ódio
Fala-se o que não se deve
São palavras de amor ofendido
Que não se escreve

Francisco Alves:
Perdão, meu bem, atacou meu coração
Falei demais, sou bom rapaz
No modo de proceder
Perdão porque
Se acabar nossa amizade
Perdão, meu bem
Sinto dores de saudade

Se você não reconhece
O meu arrependimento
Pois, podes crer, meu amor que
O que eu digo é sem fingimento

Intérprete: Terreiro Grande e Cristina Buarque
Data: 2007


.

2 comentários:

Artur de Bem disse...

Zeca gravou esse refrão num pot-pourri com a VG da Portela. Tinha uma letra um pouco diferente. Não lembro como ele cantava.

Vinicius Leandro Terror disse...

Não conheço essa... se você lembrar onde ouviu posta aí!
Abraço!