quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Chico Santana 100 anos - Por Tuco Pellegrino


Hoje, 22 de setembro, comemoramos com muita alegria o centenário do grande mestre Chico Santana. E é com muita honra que deixo a palavra com o Tuco Pellegrino, cantor de voz potente e compositor que já pessou pelo Terreiro Grande e agora faz um trabalho maravilhoso ao lado do Batalhão de Sambistas, sempre em busca da "preservação da memória e das origens do samba carioca de terreiro, que foi a base e a principal referência para todas as outras manifestações deste gênero musical nos últimos 50 anos".

O Tuco, que já passou diversas vezes pelas páginas do Receita, preparou pra nós algumas palavras sobre esse grande mestre, o Chico Traidor, portelense de verdade que respeitou e exaltou como ninguém Oswaldo Cruz e suas tradições:

Francisco Felisberto Santana, popularmente falando, Chico Santana. Este é o nome do Portelense que compôs o Hino da Velha Guarda da escola e também o Hino Portelense: "Avante Portelense Para Vitória"... Fiz juntamente com meu Parceiro Lo Ré um samba exaltação pra Chico Santana cuja letra, em determinada parte, diz: "Francisco Santana, gênio de pouca popularidade ..." e é com esse pensamento que falo um pouco para vocês desse sambista .

Chico, como todos os outros compositores portelenses, tem uma linha melódica e poética inconfundível. A Portela é de fato um celeiro de sambistas e seus compositores, apesar de terem características diferentes, são os que apresentam uma maior unidade em se tratando de composições, dentre as escolas de samba mais conhecidas do Rio de Janeiro. Chico Santana faria 100 anos em 2011 e seu maior parceiro foi o Monarco com quem teve inúmeros sambas gravados. O grande sucesso de Chico Santana foi " Saco de Feijão " gravado por Berh Carvalho em 1977. Monarco e inúmeros portelenses antigos consideravam Chico Santana o maior compositor que a escola já teve ... Era só começar um ensaio da escola e lá estava sendo cantado o Hino Portelense: " Portela suas cores tem na bandeira do Brasil e no céu tambem..." 

No disco Passado de Glória (1970), registro que para mim mais representa a sonoridade daquilo que foi a Portela em se tratando de “Samba de Terreiro”, vemos dois sambas de sua autoria: "Vida de Fidalga" e "Vaidade de um sambista”. A minha identificação com esse disco e esses sambas foi muito forte... Me faziam imaginar aquele lugar, de tão forte que é a interpretação registrada naquele disco, e chorava feito criança ... Enquanto muitos comemoram tantos outros centenários, poucos lembram deste sambista. Mestre Chico Santana não teve a popularidade merecida, apesar de ser um gênio da nossa música, mas é para isso que estamos aqui tentando registrar nessas linhas este grande compositor.

Gênio de Pouca Popularidade - Francisco Santana 
( Lo Ré e Tuco )

Viemos de bem longe a um sambista exaltar
Reunimos diversas cidades pois o samba 
Está sempre em primeiro lugar
Francisco Santana , 
Gênio de pouca popularidade 
No seu Centenário nasce a Luz 
Trazendo os laços de fraternidade 
De Osvaldo Cruz 

Suas lindas melodias , 
Deixavam a querida Portela em harmonia e paz
Ele que foi traido e não traiu jamais
Nem mesmo a tristeza de uma derrota 
Trazia-lhe aborrecimento
Seu Hino pra Velha guarda nos mostra 
A pureza que havia naquele tempo 
E hoje essa homenagem é uma resposta 
Traduzindo todo nosso sentimento 


E pra não deixar qualquer dúvida quanto à genialidade de Chico Santana, tão bem exaltada no samba do Tuco e do Lo Ré, preparei uma coletânea com todos os sambas do mestre que consegui encontrar. São ao todo 29 sambas interpretados pelas mais variadas vozes do samba, incluindo algumas gravações com o próprio Chico Santana cantando. Baixem, ouçam e comprovem!

(Acompanha arquivo com as letras das musicas)



MUSICAS:

HINO PORTELENSE (Chico Santana)
Intérprete: Escola de Samba Portela, 1957

DE PAULO A PAULINHO (Chico Santana e Monarco)
Intérprete: Monarco

HINO DA VELHA GUARDA (Chico Santana)
Intérprete: Chico Santana

O LENÇO (Chico Santana e Monarco)
Intérprete:  Escola de Samba Portela, 1957

VAIDADE DE UM SAMBISTA (Chico Santana)
Intérprete:  Chico Santana

SACO DE FEIJÃO (Chico Santana)
Intérprete: Beth Carvalho

VIDA DE FIDALGA (Chico Santana e Alvaiade)
Intérprete: Chico Santana

EU NÃO SOU DO MORRO (Chico Santana)
Intérprete: Cristina Buarque e Terreiro Grande

SILÊNCIO (Chico Santana)
Intérprete:  Beth Carvalho

ACADEMIA DO SAMBA "HORA DE CAMINHAR" (Chico Santana)
Intérprete: Monarco e Partido em 5 (vol.4)

QUANTO MAIS EU REZO (Chico Santana)
Intérprete: Jorge Aragão e Sombrinha

EU VOU ME EMBORA (Chico Santana e Alcides Malandro Histórico)
Intérprete: Jorge Aragão e Sombrinha

ALVORADA NA PORTELA (Chico Santana)
Intérprete: Jamelão

CORRI PRA VER (Monarco, Casquinha e Chico Santana)
Intérprete: Velha Guarda da Portela, 2000

SAMBA DA TRAIÇÃO (Chico Santana)
Intérprete: Chico Santana

LAMENTO DE UM PORTELENSE (Chico Santana - Argemiro)
Intérprete: Argemiro da Portela

SAMBA NO ESTRANGEIRO (Chico Santana)
Intérprete: Chico Santana

NOITE QUE TUDO ESCONDE (Chico Santana e Alvaiade)
Intérprete: Paulinho da Viola e Monarco

ADEUS, EU VOU PARTIR (Chico Santana e Mijinha)
Intérprete: Cristina Buarque

MUITO EMBORA ABANDONADO (Mijinha e Chico Santana)
Intérprete:  Monarco e Chico Santana
Intérprete 2: Cristina Buarque e Velha Guarda da Portela

TRAÍRA COMEU PARENTE (Chico Santana)
Intérprete: Surica

DESDITA (Monarco e Chico Santana)
Intérprete: Monarco

TUDO MUDOU TÃO DE REPENTE (Chico Santana e Argemiro)
Intérprete: Argemiro da Portela

PRANTO (Chico Santana)
Intérprete: Vânia Carvalho, 1978

PORTELA COQUETEL DE SAMBISTAS (Chico Santana)
Intérprete: Mauro Diniz

MULHER PERVERSA (Chico Santana)
Intérprete: Zeca Pagodinho

DIZEM QUE O AMOR (Chico Santana - Argemiro)
Intérprete: Marisa Monte e Argemiro

DESLIZES DA VIDA (Argemiro e Chico Santana)
Intérprete: Argemiro

GRAÇAS AO INFINITO (Chico Santana e Armando Santos)
Intérprete: Toquinho 

JÁ ESQUECI DE TÍ (Chico Santana)
Interpretação: Tuco e Batalhão de Sambistas



.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não sei se vcs conhecem esse projeto aui de Sampa...só brasa...

P.C.R.V.G. Terra Brasileira Homenagem das rodas de Samba "CHICO SANTANA" 100 anos
http://youtu.be/51TwhpUzFRE

P.C.R.V.G Terra Brasileira exalta Paulo da Portela e Chico Santana.
http://youtu.be/VKHdwIjkfsE

Anderson Lima