sábado, 10 de setembro de 2011

Banco de Réu

O cantor e compositor Ataulfo Alves
Samba do portelense Alvaiade em parceria com Djalma Mafra na voz de Ataulfo Alves. Alvaiade,  braço direiro de Paulo Benjamin de Oliveira e autor de clássicos sambas de terreiro da Portela, dispensa maiores apresentações.

Djalma Mafra (1900-1974), nascido em Irajá, tem em seu currículo parcerias com grandes compositores de sua época, entre eles Geraldo Pereira e o próprio Ataulfo Alves, que interpreta a canção aqui apresentada. Suas composições foram sucesso através das mais renomadas vozes do Rádio:  Ciro Monteiro, Odete Amaral, Roberto Silva, Alcides Girardi, entre outros.

O samba "Banco de Réu" foi gravado pela primeira vez em 1949 por Ataulfo Alves pela continental. Outros cantores registraram em disco essa obra prima: Noite Ilustrada, no disco "Revivendo o mestre Ataulfo" de 1969; Grupo Samba 4, no disco "Produto Nacional" de 1974 e Terreiro Grande e Cristina Buarque no disco "Ao Vivo" de 2007. (Clique nos nosmes dos discos para baixar)


Banco de Réu (Alvaiade e Djalma Mafra)
Intérprete: Ataulfo Alves
Data: 1949

Baixar

Sento no banco de réu e aguardo a sentença
Porque até hoje ninguém destruiu minha crença
Pela voz que ordena que eu me conforme
Porque aquele que mora lá em cima não dorme

O sofrer é da vida, eu aceito
Não guardo porém, ódio ou rancor dentro do peito
Tenho a minha consciência pura e sã
Quem me condena, não se lembra do amanhã



Nenhum comentário: