quarta-feira, 20 de julho de 2011

Felicidade hoje é fantasia...


Tristeza do Sambista (Geraldo Filme)

Felicidade hoje é fantasia e o povo canta mesmo sem saber
Que a favela virou poesia na boca de quem nunca soube o que é sofrer

Quando sopra o vento no mês de Fevereiro
A nega me pergunta "o que fazer?"
O Zinco tremulando é um pesadelo só rezo e peço a Deus para nos proteger

Felicidade hoje é fantasia e o povo canta mesmo sem saber
Que a favela virou poesia na boca de quem nunca soube o que é sofrer

Todos cantam todos falam mas esquecem o principal
A tristeza do sambista é não ter no carnaval
Sua própria fantasia e um barraco em condição
Para não ver a realidade no desfile da ilusão

Felicidade hoje é fantasia e o povo canta mesmo sem saber
Que a favela virou poesia na boca de quem nunca soube o que é sofrer

.

Nenhum comentário: