quinta-feira, 12 de agosto de 2010

É cheiro de mato, é Clara Guerreira, lá vem trovoada...



Clara Francisca Gonçalves, mineira guerreira, nossa voz de ouro do samba, faria hoje 68 anos se por um descuido do destino não tivesse nos deixado há 27 anos atrás...

Até pensei em escrever algo sobre ela, mas acabei deixando (um pouco por falta de tempo, rsrs) a palavra para quem mais entende do assunto... Essa letra resume tudo o que se tem pra falar sobre Clara Nunes:


Um Ser de Luz
(Paulo césar Pinheiro, João Nogueira e Mauro Duarte)

Um dia
Um ser de luz nasceu
Numa cidade do interior
E o menino Deus lhe abençoou
De manto branco ao se batizar
Se transformou num sabiá
Dona dos versos de um trovador
E a rainha do seu lugar

Sua voz então a se espalhar
Corria chão
Cruzava o mar
Levada pelo ar
Onde chegava espantava a dor
Com a força do seu cantar

Mas aconteceu um dia
Foi que o menino Deus chamou
E ela se foi pra cantar
Para além do luar
Onde moram as estrelas

E a gente fica a lembrar
Vendo o céu clarear
Na esperança de vê-la, sabiá

Sabiá,
Que falta faz sua alegria
Sem você, meu canto agora é só
Melâncolia

Canta meu sabiá,
Voa meu sabiá,
Adeus meu sabiá...
Até um dia...


De "brinde", seguem mais uns videos interessantes sobre Clara:

Especial da Globo News sobre Clara Nunes:

Parte 1


Parte 2


Clara Nunes, Conjunto Nosso Samba e Bateria da Portela no Chacrinha


Clara Nunes canta "Fuzuê" e "Lama"

2 comentários:

Lu Oliveira disse...

Olá,

Encontrei esta postagem enquanto procurava conteúdos sobre a Clara Nunes. Muito bacana!

Abraços,
Lu Oliveira
www.luoliveiraoficial.com.br

Vinicius Leandro Terror disse...

Legal Lu... Depois procura pelo site que tem mais coisas sobre a Clara!

Estou baixando suas musicas lá no site pra ouvir!

Abraço!