sexta-feira, 19 de março de 2010

Raul Seixas no samba!

Outro dia tava ouvindo uns discos do Raul e achei essa pérola! O único samba composto pelo Raul...
Gravado no disco Sociedade da Gran Ordem Cavernista, disco em que a Miriam Batucada canta duas músicas.




Aos Trancos e Barrancos (Raul Seixas)

Eu sou um cara que subiu na vida
Morava no morro e agora moro no Leblon

Eu vou pendurado na janela
Vou mais pensando nela
Que esse sujo pelo chão

Eu vou descascando a minha vida
Sujando a avenida
Com meu sangue de limão

Rio de Janeiro você não me dá tempo
De pensar com tantas cores
Sob este sol
Pra que pensar, se eu tenho o que quero
Tenho a nega e o meu bolero
A TV e o futebol

Eu não vou levando o nosso leite
Troquei por um bilhete
Da roleta federal

Eu vou pela pista do Aterro
E nem vejo meu enterro
Que vai passando no jornal

2 comentários:

Gustavo S. Nóbrega disse...

Sou um dos fãs incondicionais do samba em todas as suas facetas! Amo tanto os sambistas da velha como da nova guarda, que vão levando essa nossa música brasileira à frente! Adorei também saber que o nosso grande Raul Seixas, que nem de longe era um sambista, também se dedicou a compor "Aos Trancos e Barrancos", um autêntico samba! Baiano é baiano, e sempre que entra Bahia e o Rio na parada, dá samba, mesmo que o poeta não seja de samba! Além do mais, "Sessão das 10", do mesmo disco Grã-Sociedade Kavernista, também é um autêntico samba-choro do nosso Raul, o que realmente mais uma vez demonstra que o samba nunca morre e tem várias faces, adeptos e jeitos de ser feito!

Vinicius Leandro Terror disse...

Também sou fã do Raul... Aliás antes de ouvir samba já ouvia o som dele. Esse disco da Grã Ordem Kavernista tem a participação da Miriam Batucada, que cantou e gravou bastante samba!