quarta-feira, 3 de março de 2010

Bando de Tangarás

Esse é o único registro do Noel Rosa em vídeo! É uma gravação de 1930, cena de um filme chamado "Coisas nossas". Apresentação do Bando de Tangarás, grupo que Noel (tocando violão em pé de chapéu de palha) frequentou entre 1929 e 1933, ao lado de Almirante (Vocal) e Braguinha (Pandeiro)...



Um pouco sobre o Bando de tangarás...

Grupo vocal e intrumental que contou com três dos mais importantes nomes da música popular brasileira: Noel Rosa, Braguinha e Almirante. O grupo foi formado em 1929 a partir de uma dissidência do grupo Flor do Tempo formado por volta de 1925 por alunos do Colégio Batista, na Tijuca, para fazer apresentações amadorísticas e participar de festivais. Tendo surgido uma oportunidade para gravar um disco na Odeon, o grupo teve que ser redefinido e acabou por ser dissolvido. Surgiu então o Bando de Tangarás, formado por Henrique Fóreis Domingues, o Almirante, nascido no Rio de Janeiro, RJ em 19/2/1908 e falecido na mesma cidade em

22/12/1980, no pandeiro e vocal; Carlos Alberto Ferreira Braga, o Braguinha ou João de Barro, nascido na mesma cidade em 29/3/1907, no violão e vocal; Henrique Brito, nascido em Natal, RN em 15/7/1908 e morto prematuramente, aos 27 anos, no Rio de Janeiro, RJ em 11/12/1935, no violão; Álvaro de Miranda Ribeiro, o Alvinho, natural do Rio de Janeiro onde nasceu em 1910, no violão e finalmente, Noel de Medeiros Rosa, no violão, o último a entrar no grupo, nascido no Rio de Janeiro em 11/12/1910 e falecido na mesma cidade em 4/5/1937. O grupo escondia os nomes de seus integrantes atrás de nomes de pássaros, daí o João de Barro para o Braguinha.

O conjunto se definiu como amador. Ninguém do grupo receberia dinheiro para apresentações e apenas aceitariam participações em possíveis lucros com a venda de discos que gravassem. Inicialmente, o grupo procurou seguir os passos de grupos nordestinos como os Turunas da Mauricéia que fazia muito sucesso no Rio de Janeiro na época e passou a cantar músicas de inspiração nordestina.

Continue lendo sobre o Bando de Tangarás no Dicionário Cravo Albin da MPB

Nenhum comentário: