quinta-feira, 5 de novembro de 2009

É samba de preto velho!!!!


Tava aquí ouvindo os Afrosambas do Baden e Vinicius, ótimo disco por sinal, e me lembrei de várias gravações, principalmente da Clementina de Jesus, que apesar de nunca terem recebido este "rótulo", se enquadram tão bem quantos os afro sambas do Baden. Eu gosto muito desse tipo de música, adoro um tambor! Resolví então compartilhar mais uma listinha de músicas dessa vez dedicada aos orixás! Chora na Macumba!!!!!

Acendam suas velas, peguem a cachaça e o charuto, que a sessão vai começar! (as músicas saíram fora da ordem no playlist, mas a numeraçao está correta!)



1 - Canto I

Pra abrir os trabalhos... Retirado do disco O Canto dos Escravos, gravado por Clementina de Jesus, Tia Doca (a da Portela mesmo) e Geraldo Filme. É um disco sensacional, de cantos, jongos e ladainhas, todos de domínio público só com tambor: atabaques, xequerês, caxixis, agogôs, ganzás, afoxés e enxadas nas mãos dos mestres Dom Bira, Papete e Djalma Corrêa (grande percussionista, nascido aqui em Ouro Preto, e que eu já tive o prazer de receber em minha casa durante um samba!) Nessa faixa eu gosto muito do vozeirão do Geraldo Filme... de arrepiar!


2 - Canto II

Mais um canto do disco O Canto dos Escravos, entoado pela rainha quelé, a Tia Clementina! Essa mulher tem uma voz fantástica! Todos os cantos gravados nesse disco fazem parto do acervo de 65 partituras registradas no livro "O Negro E O Garimpo Em Minas Gerais", de Aires da Mata Machado Filho, (Editora José Olympio, 1943).


3 - Festa de Umbanda

Martinho da Vila gravou em seu disco "Canta Canta, Minha Gente", de 1974, uma seleção de motivos foclóricos. São elas: Tranca Rua, Filho de Zambi, Sete Flechas e Vestimenta de Caboclo.


4 - Quê querê quê quê

"Corimá" de João da Baiana, Donga e Pixinguina, com tema de macumba, na voz de João da Baiana em gravação de 1968. Do disco "Gente da Antiga", com João da Baiana, Pixinguinha e Clementina de Jesus.


5 - Jongo do Irmão Café

Jongo de Nei Lopes e Wilson Moreira, gravado no disco "Negro Mesmo" de 1983. Pra quem não sabe, o Jongo é um rítmo tocado, cantado e dançado ao som de tambores que foi trazido pelos escravos africanos e tem grande influência sobre o samba em seus primórdios...


6 - Cinco Cantos Religiosos

No disco Marinheiro Só, de 1973, Clementina de Jesus gravou um pot-pourri de cantos religiosos que conta com as seguintes pérolas:

Oração de Mãe Menininha (Dorival Caymmi)
Fui pedir às almas santas (Arr. Adpt. Clementina de Jesus)
Atraca, atraca (Arr. Adpt. Clementina de Jesus)
Incelença (Arr. Adpt. Clementina de Jesus)
Abaluaiê (Waldemar Henrique)


7 - Noites de Luanda

Wilson Moreira é um grande compositor, com um vasto repertório de canções que exaltam suas origens e as crenças de seus antepassados africanos, como "Noites de Luanda", gravado no ótimo "Entidades" de 2002.


8 - Oloan

Outra música de Wilson Moreira retirada do disco Entidades. Aquí ele pede licença aos orixás! Umas das mais belas músicas do mestre Wilson "Alicate"Moreira, que está na ativa até hoje!


9 - Cangoma me Chamou

Canto africano gravado por Clementina de Jesus no disco "Clementina de Jesus" de 1966. Essa cantava demais... Nunca ví nada parecido!


10 - Lá na Roça

Música de Candeia e Alvarenga, gravada pelo Martinho da Vila no disco "Maravilha de Cenário" de 1975. O Martinho passeou muito por eese lado africano do samba... Raízes não devem ser esquecidas...


11 - Yaô

Composição de Pixinguinha e Gastão Vianna, retirada do disco Gente da Antiga. Essa música originalmente era um Lundú, e foi transformada em samba para essa gravação, cantada pelo João da Baiana que a acompanha com seu pandeiro.


12 - Mironga de Moça Branca

Outro "Corimá" retirado do disco Gente da Antiga, cantado em nagô por Clementina de Jesus. Ao contrário do significado adotado atualmente para a palavra "Mironga", nessa letra de domínio plúblico, a expressão tem origem no dialeto Quimbundo e significa "mistério"ou "segredo".


13 - Cercar Paca

Mais um canto de domínio público gravado por Clementina de Jesus no disco "Clementina Cadê Você", de 1970.


14 - A Epopéia de Zumbí

Música composta por Nei Lopes, em rítmo de samba enredo, para homenagear os 300 anos de Zumbi dos Palmares... Uma aula e tanto! Grande Nei Lopes, sempre estudando e esninando sobre suas raízes africanas! Confiram também o ótimo blog dele aquí!


15 - Candongueiro

Mais uma de Nei Lopes, em parceria com Wilson Moreira. O Candongueiro é um dos tambores usados no jongo, rítmo de forte tradição rural, muito bem lembrado pelos compositores nessa letra. Do disco "O Partido Muito Alto de Wilson Moreira e Nei lopes" de 1980.


16 - Macumba de Iansã

17 - Macumba de Oxóssi


Do sensacional disco "Native Brazilian Music", gravado por uma gravadora americana, sob regência do maestro Leopold Stokowski em 1942. Nessas duas composições de Donga e Zé Espinguela, cantam Zé Espinguela e Grupo do Pai Alufá. Achei um texto bastante interessante ( e longo) sobre esse disco, que quiser ler é só clicar aquí!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Veja como fica bom, o meu Partido Alto batido na mão...

O velho e bom Partido... Cadenciado, com aquele cavaco comandando e a cozinha destruindo tudo, padeirão bem tocado... E a negada alí, cantando e (con)versando sem parar a batucada... o dia vira noite, que vira madrugada, que vira dia de novo e a batida de limão rolando... Esse é o famoso Partido Alto da Antiga!

Hoje tem muita gente se dizendo partideiro por aí, mas partideiro do bom mesmo, malandro que não deixa a peteca cair nem com a cabeça anestesiada de cachaça, que resolve até briga no verso... Desses daí provavelmente não veremos mais (tomara que eu esteja muito equívocado!)

Pensando nisso resolví fazer um post em homenagem aos grandes partideiros do samba, com uma lista dos partidos que mais gosto! Só nêgo bamba! Divirtam-se!


1 - Zé Ciumento (Aniceto do Império): Na voz de Aniceto, o mestre do partido alto. Gravada no disco O Partido Alto de Aniceto e Campolino, uma jóia rara do samba que você pode baixar no Prato e Faca



2 - Mocinho Cantador (Nilton Campolino): Outro ótimo samba gravado pelo Velho Aniceto, nodisco citado acima!



3 - O Pagode (Candeia): Essa é pra ver como que o "pagode"mudou de uns tempos pra cá... Gravação com o próprio Candeia, no seu primeiro disco, de 1970.



4 - Vai pro Lado de Lá (Euclenes e Candeia): Esse samba marca a volta do Candeia que, sentado numa cadeira de rodas, emocionou a todos cantando essa música em sua primeira apresentção depois de seu acidente. Do disco Raíz, de 1971.



5 - Seleção de Partido Alto: Samba na tendinha (Candeia) / Já clareou (Dewett Cardoso) / Não tem veneno (Candeia-Wilson Moreira) / Eskindôlelê (Candeia) / Olha hora Maria (Folclore-Adpt. Candeia)



6 - Zé Tamborzeiro (Vandinho e Candeia): Grravação com a Tia Clementina, do antológico Axé, de 1978, último disco do Candeia.



7 - Linha de Candomblé (Joãozinho da Pecadora): Gravação do disco Partido em 5 vol. 1, que reúne bambas como Candeia, Wilson Moreira, Casquinha, entre outros.



8 - Barracão é Seu (Folclore): Clementina de Jesus e João da Gente cantam um belo partido. Do disco Clementina de Jesus 1966



9 - Moro na Roça (Xangô da Mangueira e Zagaia): Mais uma na voz da Tia Quelé. Do disco Marinheiro Só de 1973.



10 - Embala Eu (Albaléria): Clementina e Clara Nunes, cantando um samba de roda batido na mão!



Bom, vamos de dez em dez! Depois eu mando um segundo round... Sugestões?



Ah, pra baixar as músicas é só clicar aquí


O 4 shared está pedindo para fazer login antes de baixar os arquivos:
Login: blogreceitadesamba@yahoo.com.br
Senha: samba2012





.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Grupo Bula na Cumbuca

Sonzeira da pesada! Música do Donga, de 1926... E que levada....